Num momento em que um novo golpe de Estado é promovido por Trump, com o apoio de Bolsonaro e de outros que se prestam servis, é indispensável a expressão da solidariedade com a República Bolivariana da Venezuela e o povo venezuelano.

Este golpe de Estado insere-se na escalada de desinformação, de desestabilização, de pressão, de chantagem, de bloqueio económico e financeiro promovidos pela Administração Trump, que está na raiz do agravamento dos problemas e dificuldades que enfrentam o povo venezuelano e que atingem igualmente a comunidade portuguesa na Venezuela.

Recorde-se que os EUA têm vindo a brandir a ameaça de uma intervenção contra a Venezuela – na senda do Iraque, da Líbia ou da Síria.

O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) e outras organizações portuguesas, solidárias com o povo venezuelano e defendendo o seu legítimo direito a decidir soberanamente o seu caminho de desenvolvimento – um direito consagrado na Carta das Nações Unidas e no Direito Internacional – promovem uma sessão de Solidariedade com a Revolução Bolivariana, no próximo dia 30 de Janeiro (Quarta-feira), pelas 18h00, na Praça da Batalha, no Porto e no dia 31 de Janeiro (Quinta-feira), pelas 18h30, na Casa do Alentejo, em Lisboa.

Participa!

CPPC


0 comentários:

Evento:

Evento:

Propósito

– Apoiar a Revolução Bolivariana, a qual tem provado incessantemente a sua natureza democrática, na luta para libertar os oprimidos da Venezuela.

– Defender a Revolução contra os ataques do imperialismo e dos seus agentes locais, a oligarquia venezuelana.

– Rebater as distorções e as mentiras da comunicação social acerca da Venezuela e mobilizar o máximo de apoio possível na defesa destes pontos.

Seguir por e-mail

Hands Off Venezuela

Arquivo

Com tecnologia do Blogger.