Crise económica já levou outras companhias a suspender voos para o destino.

A TAP vai manter a operação para Caracas, na Venezuela, de três voos semanais, apesar do agudizar da crise económica e da retenção de capitais, que já levaram várias companhias aéreas a cancelar o destino.

"Fizemos alterações ao longo do tempo. Agora vamos manter a operação", garantiu o presidente executivo da TAP, Fernando Pinto, à margem da conferência da imprensa em que a transportadora anunciou o reforço de conteúdos a bordo dos aviões de longo curso, através de uma parceria com a Sport TV.

Em declarações aos jornalistas, Fernando Pinto realçou a importância da operação da TAP para a comunidade portuguesa na Venezuela, adiantando que continuam a decorrer negociações para recuperar os capitais retidos, que penalizaram os resultados em 2015.

0 comentários:

Propósito

1 – Apoiar a Revolução Bolivariana, a qual tem provado repetidamente a sua natureza democrática, na luta para libertar os oprimidos da Venezuela.

2 – Defender a Revolução contra os ataques do imperialismo e dos seus agentes locais, a oligarquia venezuelana.

3 – Apoiar a nova confederação sindical, UNT, como sendo a legítima voz do movimento trabalhista.

4 – Rebater as distorções e as mentiras da comunicação social acerca da Venezuela e mobilizar o máximo de apoio possível na defesa destes pontos.

Seguir por e-mail

Hands Off Venezuela

Arquivo

Com tecnologia do Blogger.