Comunicado da Câmara Municipal da Amadora: Por ocasião da visita à Amadora de sua excelência o Embaixador da Venezuela em Portugal foi inaugurada uma placa toponímica numa praça da cidade.

O falecido presidente Hugo Chávez, da República Bolivariana da Venezuela foi a personalidade que a Assembleia Municipal da Amadora e o Executivo Municipal escolheram para homenagear atribuindo o seu nome à praça em questão.

De imediato tiveram origem, em certos sectores políticos nacionais - alguns dizendo-se chocados com esta distinção -, esboços de protesto a que alguma comunicação social e comentadores de redes sociais deram eco. Pode concordar-se ou discordar-se de tudo. É, felizmente, assim, em democracia. O que não se pode é apagar a memória. Aquando da morte do presidente Hugo Chávez a Assembleia da República de Portugal aprovou por unanimidade um voto de pesar e os vários líderes políticos pronunciaram-se pessoalmente sobre a figura do presidente Hugo Chávez. Os elogios vieram de todas as bancadas e até houve quem lhe chamasse "amigo de Portugal", pela forma como, durante catorze anos ajudou a aprofundar as relações entre os dois países e como respeitou quase um milhão de portugueses que vivem no seu país.

A Câmara Municipal da Amadora, em nome da amizade entre os dois povos, que transcende em muito os momentos políticos, em nome do que o presidente Hugo Chávez fez pelas relações com Portugal e pela forma como sempre respeitou as nossas comunidades não pode deixar de estranhar tanta indignação e tem a certeza que todos os familiares de portugueses que residem naquele país sentem, como a assembleia municipal e o executivo camarário sentiram, a justiça desta homenagem.

0 comentários:

Propósito

1 – Apoiar a Revolução Bolivariana, a qual tem provado repetidamente a sua natureza democrática, na luta para libertar os oprimidos da Venezuela.

2 – Defender a Revolução contra os ataques do imperialismo e dos seus agentes locais, a oligarquia venezuelana.

3 – Apoiar a nova confederação sindical, UNT, como sendo a legítima voz do movimento trabalhista.

4 – Rebater as distorções e as mentiras da comunicação social acerca da Venezuela e mobilizar o máximo de apoio possível na defesa destes pontos.

Seguir por e-mail

Hands Off Venezuela

Arquivo

Com tecnologia do Blogger.