Nota: A solidariedade da Venezuela com os Povos em luta assemelha-se cada vez mais à de Cuba.

Sahara Press Service; 16 de Janeiro de 2009

O Ministério da Informação da República Árabe Sarauí Democrática afirma num comunicado esta sexta-feira que o encerramento por parte de Marrocos da sua embaixada em Caracas é «uma medida punitiva» contra a Venezuela pela sua posição contrária à ofensiva lançada por Israel contra o povo palestiniano em Gaza.

Esta decisão «descarada do Governo de Marrocos é uma medida punitiva contra a Venezuela. Isto acontece como resposta à expulsão do embaixador de Israel, na Venezuela, por causa da agressão contra o povo irmão em Gaza, demonstração de apoio da República Bolivariana à luta dos povos, palestiniano e do Sara Ocidental, pelos seus direitos à livre determinação e à independência», acrescenta o texto.

«O governo marroquino, através da sua agressão de genocídio contra o povo do Sara Ocidental, desde 1975, opõe-se à consciência humana e à legitimidade internacional, e viu na agressão de Israel na Faixa de Gaza um argumento claro e similar às suas matanças que comete constantemente no território do Sara Ocidental», lamentou a mesma fonte.

«O povo sarauí e o seu governo aproveitam esta oportunidade para transmitir aos venezuelanos, e ao Excelentíssimo Presidente Hugo Chávez, o agradecimento e o profundo respeito pela posição de princípio da Venezuela, a pretensão que permita ao povo sarauí, palestiniano, exercer o seu direito à livre determinação e à independência», conclui o comunicado de imprensa.

Publicado originalmente em 25 de Fevereiro de 2009.

0 comentários:

Propósito

1 – Apoiar a Revolução Bolivariana, a qual tem provado repetidamente a sua natureza democrática, na luta para libertar os oprimidos da Venezuela.

2 – Defender a Revolução contra os ataques do imperialismo e dos seus agentes locais, a oligarquia venezuelana.

3 – Apoiar a nova confederação sindical, UNT, como sendo a legítima voz do movimento trabalhista.

4 – Rebater as distorções e as mentiras da comunicação social acerca da Venezuela e mobilizar o máximo de apoio possível na defesa destes pontos.

Seguir por e-mail

Hands Off Venezuela

Arquivo

Com tecnologia do Blogger.